---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


REALIZADA PALESTRA DO PROGRAMA FARMÁCIA VIVA

Publicado em 16/12/2019 às 10:52 - Atualizado em 16/12/2019 às 10:52

    A Administração Municipal de Tunápolis, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu na última quinta-feira dia 12, uma palestra com o, o professor Aléssio dos Passos Santos, cultivador e especialista em plantas medicinais, Viviane Corazza, Farmacêutica Bioquímica com especialidade em plantas de uso medicinal e o Deputado Estadual Padre Pedro Baldissera, idealizador do projeto.

    O evento aconteceu, no Lar do Idoso e contou com a presença do Prefeito municipal, secretário da Saúde, demais secretários, pastoral da saúde do município, agentes de saúde e voluntários no cultivo dos chás.

    O objetivo do encontro foi passar conhecimentos técnicos as agentes de saúde  e voluntários e da pastoral da saúde, para  compreender  e ter clareza da importância do uso de chás e a capacitação dos profissionais de saúde para a manipulação correta.

    Esses encontros são realizados em parceria com o projeto Farmácia Viva Itinerante, em que o Deputado Estadual Padre Pedro, juntamente com o professor Aléssio percorrem o estado de SC fomentando o cultivo de plantas medicinais para as comunidades, que aqui no município ganhou força, pois a equipe de médicos das unidades de saúde aderiram a essa prática do uso dos chás para complementar o tratamento, juntamente com os medicamentos laboratoriais.

    Foi aprovado na Assembléia Legislativa, em dezembro de 2018, o projeto de lei 440/2017, que trata da inclusão das Práticas Integrativas e Complementares (PICS) e da consolidação da Farmácia Viva no Sistema Único de Saúde (SUS) de Santa Catarina.

    A proposta do deputado Padre Pedro Baldissera (PT) regulamenta e impulsiona uma política defendida pelo próprio Ministério da Saúde e já colocada em prática em diversos municípios catarinenses que oferecem à população.

   Algumas plantas foram escolhidas considerando as principais necessidades de saúde para a população. “Um dos fitoterápicos escolhidos foi a espinheira santa, que poderá ser substituído gradualmente para os pacientes que já utilizam o omeprazol e como terapia inicial para os que nunca utilizaram, pois o uso do medicamento a longo prazo pode prejudicar a absorção de minerais e vitaminas e provocar diversos problemas de saúde, como osteoporose e anemia”, exemplifica a farmacêutica Viviane.

    Para o secretário de saúde Aquiles Bamberg, o projeto tem como objetivo melhorar a saúde da população do nosso município. “Acreditamos nesse projeto, e que temos o apoio da Pastoral da Saúde do município, dos médicos da unidade de saúde, este que é elaborado por uma equipe extremamente competente e multidisciplinar que possui conhecimento dos programas relacionados a plantas medicinais e fitoterápicos, poderemos diminuir o consumo de remédios sintéticos, sua dependência e seus efeitos colaterais” ressalta o secretário.

   O prefeito Renato ressaltou, "é gratificante ver o trabalho que vem sendo feito pela pastoral da saúde, pelos voluntários, pela equipe da secretaria da saúde que estão contribuindo para a continuidade desse trabalho, o uso correto dos chás  que vai auxiliar no tratamento, diminuindo gradativamente o uso dos medicamentos laboratoriais, e com isso evitando a dependência de alguns medicamentos', finalizou o prefeito.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar